MC IG, MC GP, TrapLaudo, Dena - Fefa (GR6 Explode) letra (lyrics)

MC IG MC GP TrapLaudo

MC IG [Igor Guilherme] São Paulo, Brazil

MC GP

TrapLaudo [Brasil]

Dena

[MC IG, MC GP, TrapLaudo, Dena - Fefa GR6 Explode letra lyrics]

É a Fefa, tá ligado né, DJ?

Afinal das conta, quem banca
Põe fogo em Sampa
Estampa pras dama que é nós que tá
Com os real, com dólar, com as mina da hora
Amiga curiosa, querendo me dar
Nem sempre é faixa, o nome nem se fala
Mas nem me interessa, ela quer me dar
Fire na noite paulista
Sorriu quando viu que a Fefa brilha
Partiu o coração dessa bandida
4M City, ah, no speak English
Oh, baby, suck my dick, oh
Na rave, ela quer três vezes
Três dia virado, jogado na rede

Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar
Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar

No jet noturno, nos mares de Angra
Meu farol, Ciclope, efeito marijuana
Duas pedra de gelo no copo do vagabundo
Destilado o gole e esquenta o uísque puro
Pra frente, mais maduro
Joga fácil igual Ronaldo se jogou é caixa
Se for banco é milha o saldo
Suado na cama, efeito da boa transa
Sexo à três, eu, ela e a marijuana
Party, paty fumegando na minha Ferrari
No iate, sessenta pés, fico suave
Meus quilates, pesado igual letra do Hari
Raridade, era desfilar de Ferrari

Estabilizando tudo
Já te falei, meu bem, que vim do submundo
Nós é primeiro do pódio, dominando tudo
Jeito vagabundo, e elas acha justo
Vê meu lado chucro, acelerando tudo
Baby, eu sou do mundo ferrari preta, chumbo
Tá com os preto bruto que te bota fundo
Mergulha no mar de ilusão
Sabe que se tá comigo é lucro
Sabe que tem dinheiro no bolso
Quer rolê comigo em Angra
Jet terapia com preto
Trajado de grife cheiroso
Mó cordão de ouro no peito
Com a paty é só balão pela orla
Transa chapadinha de gelo

Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar
Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar

Uma milha na maleta mudou meu destino
Fiz um trampo de responsa, agora é só sorriso
Não tô mais na rua estreita, correndo perigo
Mãe, nesse Natal vai ter ceia, comida de rico
Quatro dedeira de ouro, uma corda absurda
Um tapa na cara, tá molhada, vagabunda
Tô de Macan sem placa, próximo a Barra Funda
Rasgando a madrugada em busca de loucura
Nós roletava de bike
E o que tinha era fraude
Eu já fui companheiro da vontade
Da fase ruim
Na garagem a Ferrari e uma Ducati
Desacreditado vai se ofuscar com a minha luz

Vein bigode, cheio de malote
Rei dos camarote
Dono da Ferrari parada no baile
Chamando a atenção, matando o recalque
Chamando a atenção

Vein bigode, cheio de malote
Rei dos camarote
Dono da Ferrari parada no baile
Roubando o coração das novinha
E matando de raiva o recalque

Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar
Em Angra, bota essa Ferrari pra cantar
Em Angra, essa puta quer acelerar

Interpretação para


Adicionar interpretação

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Interpretar