Salvador Sobral - pedra quente letra (lyrics)

[Salvador Sobral - pedra quente letra lyrics]

Pés bem assentes
Na pedra quente
Planta queimada
Pegada na estrada

Sabor amargo
Trilho eterno
Que teima em enganar

Inferno que promete acalmar
Em brasa na espera de chegar

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

E um doce impulso
Provoca o arrepio
Leve e fugidio
Num vaivém

Um grito surdo
Uma celebração
Velha recordação
Que teima em ficar

Inferno que promete acalmar
Em brasa na espera de chegar

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

Num último suspiro
Azul de imensidão
O tempo transforma
Memória pra pintar
Sobra energia
E vontade de voltar

Respira

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

Chão e carvão
Água com limão
Estamos cansados
Mas ninguém diz que não

Interpretação para


Adicionar interpretação

Sobre a música Salvador Sobral - pedra quente

música e letra - salvador sobral e leo aldrey

salvador sobral – voz
max agnas – piano, teclados
andré santos – guitarra e cordofones madeirenses
andré rosinha – contrabaixo
joel silva – bateria e percussões
diogo duque – flautas e trompetes
leo aldrey – teclados, percussões e ambientes sonoros,
coros - sílvia pérez cruz, magalí sare, lucia fumero

gravado entre lisboa e Barcelona no haus, cacri studio e sol de sants studios por leo aldrey, makoto yagyu, alberto pérez e nelson canoa

Produzido por Leo Aldrey.
Misturado por Leo Aldrey
Supervisão de mistura Campi Campón
Masterizado por Tiago de Sousa
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Interpretar